N. Sra da Penha – Boa Vista

nsapenhabv

 História da comunidade N. Sra da Penha – Boa Vista

 Situada na localidade de Boa Vista, a primeira igreja foi feita de tijolos queimados. Mas fora interditada devido a algumas famílias espiritas, que, aproveitando a simplicidade do povo católico ali de perto, diziam que queriam fazer apenas orações e faziam do Templo Católico uma casa de espiritismo.
Alguns católicos revoltados levaram ao conhecimento do Pe Pedro, que em seguida recebeu ordem do Bispo para fecha-la e permaneceu assim durante trinta anos.
Os fiéis porem não desistiram do amor que sentiam pela Virgem Nossa Senhora da Penha, pegaram a imagem e a colocaram num cruzeiro a uns 50 metros da igreja e ali faziam suas celebrações. Só não podiam fazer a festa em homenagem a padroeira. O mês de Maria era feito nas casas.
Com o passar dos anos, alguns católicos já cansados de pegar a imagem para fazer essas orações no cruzeiro e não tendo um lugar fixo para a imagem ficar, queriam levar para a igreja mais próxima que era a de Santa Terezinha. Outros não aceitando a ideia começaram a questionar que dali N. Sra da Penha não sairia. Por isso eles começaram a celebrar novamente na igreja mesmo sabendo que era proibido.
Mons. Paulo de Tarso, sabendo do que estava acontecendo veio ao encontro destes fieis e por compaixão ao ver tanta fé disse que poriam celebrar na igreja  só se a desmanchassem e construíssem outra.
Enquanto construiam a igreja, a imagem de N. Sra da Penha ficou na casa mais próxima, que era da Sra Laudelina Morza de Oliveira, onde continuavam fazendo suas orações.Assim em 24 de maio de 1952 foi a 1ª missa após abertura da igreja.